11 Simples Dicas Para Decorar Caixas em MDF de Maneira Profissional

Você ama caixas decoradas? Adora descobrir novas técnicas e segredos para melhorar as suas peças? Então você está lendo o material correto! Reunimos aqui 12 dicas super simples, mas que fazem toda a diferença para a decorar caixas em MDF de maneira profissional.

São dicas variadas, desde técnicas até informações sobre cálculo de preços para venda das peças. São os tópicos que deixam mais dúvidas na maioria dos artesãos e que agora você vai descobrir e usar nos futuros trabalhos. Espero que goste do conteúdo

decorar-caixa-mdf-decoupagem-com-guardanapo

CAIXAS DECORADAS

Por isso, em parceria com a artesã Ana Cristina, que atua no ramo de artesanatos há 10 anos, nós apresentamos aulas para que você possa aprender vários tipos de decoração de peças em MDF. Não perca a chance de se qualificar conosco e comece aprender já com o nosso Curso de Caixas em MDF com Estilo e entre para o nosso Clube das Caixas Decoradas.

E para te deixar com gostinho de quero mais e com uma sede imensa de aprender, preparamos este eBook com várias informações úteis e dicas ótimas para você já come- çar a produzir as suas caixinhas de MDF decoradas. Não deixe de ler!

Preparamos tudo com muito carinho, pensando sempre em você! As caixas em MDF decoradas são um tipo de artesanato simples de se fazer e que ficam lindas ao aplicar as técnicas corretas. Você tem à sua disposição uma infinidade de possibilidades para decorar caixas, desde técnicas de pintura, como a pátina por exemplo, passando por revestimentos com papel e tecido e também a utilização de texturas.

Sabendo aplicar as técnicas corretas você pode fazer peças extremamente valorizadas e de bom gosto. E para te ajudar com isso, preparamos esse guia com 12 dicas imperdíveis para você que quer começar a fazer essa arte ou mesmo já trabalha com a decoração de caixas. Confira a seguir cada dica!

1. Como fazer a preparação da peça para pintura?

O primeiro passo para iniciar a decoração da sua caixa de MDF é preparar a peça. E para isso é necessário queimá- -la para fechar os “poros” da madeira. Assim o acabamento da peça terá um melhor resultado, pois a absorção da tinta pela madeira será reduzida e consequentemente haverá uma economia de demãos de tinta.

As formas de queimar uma peça de MDF irão variar de acordo com a cor que você deseja pintá-la. Se você pretende usar cores escuras, queime a peça com duas demãos de Goma Laca Indiana. Ou se deseja ter uma peça pintada com cores claras, você deve queimá-la com Base para artesanato, que pode ser encontrada de várias marcas no mercado.

O uso da base para peças que receberão a pintura clara é por já ter a coloração branca, facilitando a cobertura e acabamento da caixa. Mas se não achar necessário, é possível usar a goma laca indiana em ambos os casos.

Após ter suas peças queimadas e impermeabilizadas, você deve lixar com uma lixa fina para madeira, sem pesar a mão, somente para tirar as imperfeições. É importante citarmos que alguns artesãos preferem passar apenas duas demãos de tinta acrílica branca para servir como base da sua peça de MDF, ao invés de queimá-las, essa também é uma ótima opção.

Para pintar uma peça de MDF sem deixar as marcas do pincel é muito simples. Passe uma demão da tinta com um pincel de cerdas macias em toda superfície da caixa. Lembre-se de pintar cada área da peça separadamente, para não correr riscos de esbarrar em outras áreas ainda molhadas ao trabalhar. Ainda com a demão de tinta úmida, passe um rolinho de espuma na superfície para alisar a tinta e espere secar.

Depois, com ajuda de uma lixa fina para madeira, passe-a bem de leve na área pintada para tirar as imperfeições da tinta. Se ficar a marca da lixa não tem problema, será necessário mais uma demão de tinta para finalizar. Rachaduras nas bordas após pintar sua peça de MDF são normais. A madeira pode inchar conforme a umidade do ar e se acontecer somente em áreas de emendas da madeira não há motivo para se preocupar.

Provavelmente as rachaduras apareceram pelo excesso de tinta ou uso de tintas inapropriadas, no próximo tópico vamos te contar quais são as melhores tintas para usar em peças de MDF. E pronto! Sua caixa de MDF está pronta para receber a tinta na cor desejada.

É importante deixar claro que para aplicação de qualquer técnica de decoração, mesmo as que não envolvem pintura como a decoupagem, é extremamente necessário dar uma base à caixa.

2. Como não deixar marca de pincel na peça?

Para pintar uma peça de MDF sem deixar as marcas do pincel é muito simples. Passe uma demão da tinta com um pincel de cerdas macias em toda superfície da caixa.

Lembre-se de pintar cada área da peça separadamente, para não correr riscos de esbarrar em outras áreas ainda molhadas ao trabalhar. Ainda com a demão de tinta úmida, passe um rolinho de espuma na superfície para alisar a tinta e espere secar.

Depois, com ajuda de uma lixa fina para madeira, passe-a bem de leve na área pintada para tirar as imperfeições da tinta. Se ficar a marca da lixa não tem problema, será necessário mais uma demão de tinta para finalizar.

3. Porque a tinta racha nas bordas e como evitar

Rachaduras nas bordas após pintar sua peça de MDF são normais. A madeira pode inchar
conforme a umidade do ar e se acontecer somente em áreas de emendas da madeira
não há motivo para se preocupar.

Provavelmente as rachaduras apareceram pelo excesso
de tinta ou uso de tintas inapropriadas, no próximo tópico vamos te contar quais são
as melhores tintas para usar em peças de MDF.

Para evitar essas rachaduras, não deixe sua peça secando no sol, pois quanto mais calor incidir sobre ela, maior será o seu inchaço. Também não assopre a peça com a tinta ainda úmida, pois também estará transmitindo calor para a peça. Outro cuidado importante é ao pintar, esticar bem a tinta, de modo que ela não fique acumulada nas bordas.

4. Qual tipo de tinta usar para pintar caixas em MDF?

 

Para evitar essas rachaduras, não deixe sua peça secando
no sol, pois quanto mais calor incidir sobre ela, maior será
o seu inchaço.
Também não assopre a peça com a tinta ainda úmida, pois também estará transmitindo calor para a peça. Outro cuidado importante é ao pintar, esticar bem a tinta, de modo que ela não fique acumulada nas bordas.
Primeiramente é importante saber que a impermeabilização da peça fará toda a diferença em seu acabamento, ou seja, o resultado da pintura dependerá de como você queimou a peça.
Para relembrar como é o processo de queimar uma peça de MDF volta ao primeiro tópico. Quanto a qual tipo de tinta aplicar em artesanatos em madeira MDF é possível utilizar a tinta Acrílica à base de água ou a tinta PVA à base de resina.
Cada uma possui suas propriedades, então a escolha deve ser feita de acordo com o gosto do artesão e qual o acabamento é desejado. Você precisa saber que ambas as tintas são de aplicação fácil e secagem rápida.
A tinta PVA possui um cheiro mais brando e é indicada
para quem almeja um acabamento com textura fosca, enquanto a tinta Acrílica proporciona uma impermeabilidade maior e possui um acabamento brilhante e não necessita de aplicação do verniz.
A maior diferença entre elas é em relação a sua durabilidade e
resistência a água, em que a tinta acrílica consegue reter a umidade e não solta ao entrar em contato com a água, ao contrário de superfícies da pintadas com a tinta PVA.
É possível encontrar também a tinta acrílica fosca, para quem deseja obter um acabamento fosco sem utilizar a tinta PVA. É muito utilizada em técnicas decorativas e quando diluída em água pode ser lixada para obter o efeito de pátina.
Para deixá-la brilhante é preciso aplicar o verniz. É importante ter em mente que a opção de tinta deve ser feita de acordo com o tipo de decoração escolhida e também levar em consideração o custo e
benefício, além de qualidade, durabilidade e praticidade.

5. Que tipo de verniz usar?

A aplicação do verniz após a pintura é imprescindível para a peça decorada, pois ele funcionará como uma película protetora da sua peça de MDF e protegerá contra possíveis arranhões, sujeira, umidade e etc. Assim a sua caixa decorada ficará intacta por
muito mais tempo.
Existem inúmeros tipos de vernizes para artesanato com características e propriedades diferenciadas. Mas precisamos sempre estar atentos quanto à base do produto escolhido.
Seja ele à base de água ou à solvente, nunca se esqueça de lavar o pincel imediata mente após o uso, pois se o produto secar em contato com a ferramenta irá endurecer as cerdas e dificilmente a ferramenta voltará ao normal.
Para escolher qual verniz utilizar é preciso conhecer qual melhor se encaixa em seu projeto. Preparamos uma lista contando para você todos os tipos de vernizes que encontramos por aí:
Clique aqui para acessar essa lista.

5. Quais pincéis usar?

Os pinceis mais indicados para trabalhar com tintas acrílicas em pinturas decorativas em madeira são os de filamentos sintéticos, pois oferecem melhor desempenho em pinturas com detalhes e em cantos por serem suaves, mas ao mesmo tempo firmes.
Também são indicados para bases envelhecedoras e colas. Existem vários modelos e tipos de pinceis com o filamento sintético para diferentes momentos da sua pintura.
Preparamos uma lista para você saber qual o pincel certo para cada parte da sua pintura.
pincéis para decorar caixas em mdf

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

11 Simples Dicas Para Decorar Caixas em MDF de Maneira Profissional
5 (100%) 1 vote

Acesse Um Curso Grátis e Aprenda a Ganhar Dinheiro Trabalhando com Forminhas Para Doces!